O Mais Reviews esteve com a Sony na 1ª Sony Pro Conference em Portugal. O convite, que muitos nos agradou, e o qual agradecemos, possibilitou experimentar, de forma directa, os modelos a7III e a9, desta reconhecida marca. A análise que se segue é, fundamentalmente, focada na nova a9, e nas suas capacidades. Avançamos que a experiência foi muito agradável e positiva.  

Neste momento, a Sony detém 70% da quota de mercado no que respeita a  câmaras Full-Frame (35 mm) e Mirrorless, estando, portanto, numa posição de liderança, sem qualquer margem para dúvidas. A estes valores estão associados os corpos, sempre na vanguarda da tecnologia, que são acompanhados, actualmente, por 30 objectivas Full-Frame, de um total de 48. Sabendo que a liderança não se faz do passado, a Sony terá disponíveis no mercado, até 2022, um total de cerca de 60 objectivas. Numa nota paralela, relativa a alguma especulação sobre mudanças no “mount“, a Sony informou que continuará no sistema “E-mount”, pois não vislumbra qualquer limitação na tecnologia, tanto no presente como no futuro.

a9 - ISO-100 - 1/800s - f/5.6 - SONY 24-105mm F4 OSS

Com a a9, a Sony dita as novas regras do jogo, com tecnologias como o seguimento em tempo-real (Real time Tracking), ou o seguimento ocular em tempo-real, com apoio da inteligência artificial (Real time Eye AF – Speed A.I.)

Com os modelos aqui em análise, a Sony ombreia com a Canon e a Nikon, onde estas últimas se supunham intocáveis: no segmento das câmaras profissionais de alto desempenho e alta velocidade.
Para atingir esse objectivo, a Sony desenvolveu um novo sensor de formato Full-Frame, que capta imagens a 24 MP,  com uma velocidade máxima de vinte (20) imagens por segundo (FPS), e que é capaz de manter um objecto em movimento totalmente focado, a cada disparo. É, sem dúvida, uma proeza, e para o conseguir foi fundamental a implementação do sistema de integração de um módulo de memória e do processador de imagem BIONZ X, juntamente com o próprio sensor de imagem CMOS. Este último, para além de captar a imagem, tem ainda a importante função de servir como sensor de focagem automática, do tipo detecção de fase, com um total de 693 pontos de focagem, em praticamente toda a superfície do sensor.

a7III - ISO-100 - 1/320s - f/2.8 - SONY FE 24-70mm F2.8 GM

Como será de esperar, o desempenho é impressionante. Mesmo com a quantidade de pontos de focagem automática disponíveis, a câmara é capaz de ajustar a focagem e a exposição a uma taxa de sessenta (60) vezes por segundo. E, para acompanhar a velocidade de captura contínua, a memória embutida no sensor garante um buffer de 362 imagens em JPEG, ou 241 imagens em RAW. No entanto, mais do que o sensor, ou os pontos de focagem, a a9 destaca-se por utilizar, finalmente, uma bateria de maior capacidade, e por receber um útil joystick, que permite alterar, em tempo real, o foco, algo há muito desejado pela comunidade mundial de fotógrafos.

a9 - ISO-100 - 1/4000s - f/1.4 - SONY FE 85mm F1.4 GM

Em termos de desempenho, funcionalidades e solidez de construção, ficamos muito impressionados. A câmara apresenta uma capacidade sem precedentes para fotografar cenas de grande acção, sem obstruir a visão do fotógrafo. A a9 torna-se assim na primeira Mirrorless a ter de facto capacidade para fotografia com movimentos rápidos, como desporto, ameaçando a superioridade das SLR nesse campo.

O nosso primeiro teste com a Sony a9 foi, sem grande espanto, o de apurar, afinal, o quão perfeito é o novo sistema de seguimento em tempo-real (Real time tracking.)

E o resultado é, simplesmente, impressionante! Para que também possa conferir as capacidades da câmara, aqui deixamos a sequência de 120 fotos obtidas com a Sony a9 em RAW, e, posteriormente, convertidas para JPG.

ISO-100 – 1/400s – f/2.0 – Sony FE 85mm F1.4 GM

Quanto às restantes características, a Sony a9 possui um sensor de 24MP, como já referimos, com tempos de obturação de até 1/32000s e um generoso ISO entre 100-52000 (expansível até 50-204800). 

Em termos de vídeo, a Sony a9 tem capacidade de filmar vídeo até 4K, com o bónus de a câmara usar a largura total do sensor, fazendo um readout completo (todo o sensor é lido, e a imagem é, posteriormente, convertida para 4K) e sem pixel binning (tecnologia que usa a média de pixeis adjacentes para criar a imagem final).

a9 - ISO-100 - 1/800s - f/1.4 - SONY FE 85mm F1.4 GM

Para interacção com o fotógrafo, a a9 conta com um generoso LCD móvel de 3”, com 1.4MP de resolução, e resposta ao toque,  e um viewfinder electrónico (EVF) com 3.686.400 pontos de resolução.

Por agora, podemos dizer que existem ainda algumas limitações, mas nada que seja capaz de manchar todo o potencial desta câmara fenomenal, que está apta para as mais diversas situações de fotografia profissional.

 

a9 - ISO-100 - 1/800s - f/5.6 - SONY 24-105mm F4 OSS

Características Técnicas

Sensor: 24,2MP (35mm Full-Frame)
Processador de Imagem: BIONZ X
Ecrã: 3 polegadas
Gravação de Vídeo: 4K a 30fps
Dimensões: 126,9×95,6x 63,0mm
Peso: 673g

Aproveitamos o convite para fazer uma pequena entrevista com a Sara Carreira (Pro Business Coordinator at Sony) sobre a assistência da Sony em Portugal e em como os profissionais podem ter acesso a equipamentos de teste.

Brevemente, a 2ª Parte da análise.

Adicionar comentário